Gif com o logo da Treetech para guias rápidos.

  Os sensores Pt100 Ω a 0 °C são utilizados para medição de temperatura do óleo em transformadores, temperatura ambiente ou outras temperaturas. Estes sensores variam sua resistência em função da temperatura da haste de platina.

  Em alguns casos, os equipamentos da Treetech indicam em seu display frontal códigos de autodiagnóstico que, no caso de códigos relacionados à temperatura, traduzem-se em inconsistências nos processos de medição da resistência do Pt100, como por exemplo quando há uma variação superior a 5 °C na leitura de temperatura. Esses problemas podem ser causados por maus contatos no circuito, cabos não blindados, blindagem dos cabos não aterrada ou aterrada em mais de um ponto, falhas no Pt100 ou ainda se a entrada para leitura dos sensores Pt100 estiverem danificadas.     Este guia rápido apresenta um procedimento de teste para identificar se o problema é interno ao produto que está realizando a leitura ou se é externo à ele.

    O TM1 e TM2 são convenientemente referidos como “TM” neste documento dado que o teste pode ser aplicado a ambos.

Este teste pode ser aplicado também a outros equipamentos da Treetech que possuem entrada para Pt100. Neste caso, consulte o diagrama de ligação do equipamento.

ÍNDICE

Requisitos

  • Multímetro ou ohmímetro;

  • 1 resistor na faixa de 82 a 160 Ω;

  • Cabos;

  • Tabela Pt100 (está em anexo deste artigo).

Procedimento de teste

1. Utilizando o multímetro ou ohmímetro na menor escala possível, meça a resistência do resistor escolhido e anote o valor medido.

2. Utilize a planilha Pt100 para encontrar o valor mais próximo do valor medido no item 1 e anote a temperatura correspondente. Por exemplo, se for escolhido um resistor de 120 Ω com tolerância de 5% e a resistência medida pelo ohmímetro for 118,7 Ω, o valor mais próximo encontrado na tabela é de 118,63 Ω e a temperatura correspondente é de 48 °C.

Imagem da tabela de variação de resistência do Pt100


3. Retire a borneira inferior do TM (bornes 1 a A4).

4. Defina o parâmetro “RTD” no menu “CNF” do TM para “X3A”. Lembre-se de guardar o valor original do parâmetro para retorná-lo após o teste.

5. Retire os cabos conectados aos terminais 22, 23, 24, A5 e A6 do TM.

6. Conecte o resistor aos terminais 23-24 e conecte um cabo entre os terminais 22-23.

7. Confira a temperatura indicada no frontal do TM e calcule a diferença com a temperatura de referência encontrada no item. Anote a diferença calculada.

8. Defina o parâmetro “RTD” no menu “CNF” do TM para “X3B”.

9. Conecte o resistor aos terminais A5-A6 e conecte um cabo entre os terminais 22-23 e outro entre os terminais 23-A6.

10. Confira a temperatura indicada no frontal do TM e calcule a diferença com a temperatura de referência encontrada no item. Anote a diferença calculada.

11. Após a finalização dos testes reconecte os cabos retirados dos terminais 22, 23, 24, A5 e A6 do TM e retorne o parâmetro “RTD” ao seu valor original, anotado no item 4.


Reconecte a borneira inferior retirada do TM (item 3) somente se a temperatura lida estiver correta e abaixo das temperaturas de desligamento do óleo e enrolamentos. Se a temperatura estiver acima destes limites, os relés de desligamento (relés 3-4 e 11-12) estarão acionados e poderão causar trip do transformador.


Resultados esperados

  • Resultado BOM: Caso a diferença entre a temperatura de referência e a temperatura lida pelo TM seja menor que 1 °C (itens 6 e 9) o TM está operando corretamente e o problema é externo ao equipamento.

  • Resultado SATISFATÓRIO: Caso a diferença calculada seja maior 1 °C e menor que 5 °C deve-se analisar se a leitura é aceitável ou não considerando a precisão do multímetro utilizado para medição da resistência e as condições em que ela foi medida. 

  • Resultado RUIM: Caso a diferença for maior que 5 °C, provavelmente o TM estará danificado e deverá ser substituído e enviado para reparo.

    Se for constatado que o problema é externo ao TM, deve-se verificar toda a instalação (cabos, blindagem, aterramento da blindagem, instalação do Pt100, etc).


Caso haja algum problema ou tenha alguma dificuldade com o download dos dados de LOG, não hesite em entrar em contato!


Contatos:  
Telefone: +55 (11) 2410 – 1190 — Ramal: 421 / 201
Celular: +55 (11) 97225 – 8683 - WhatsApp
Email: sac@treetech.com.br
Portal de Atendimento