Gif com o logo da Treetech formando um ponto de interrogação

    Os fabricantes de transformadores e reatores já preveem no projeto os TCs de bucha e cada um deles é dimensionado de acordo com sua respectiva função. Esses dados podem ser encontrados nas placas dos equipamentos, veja os exemplos nas imagens abaixo.

Dados de placa de um transformador, com um retângulo vermelho indicando os dados do TC de imagem térmica.


Dados de placa de um transformador, com um retângulo vermelho indicando os dados do TC de imagem térmica.

    No primeiro exemplo os TCs de imagem térmica são de classe de exatidão 3%, enquanto o TC de medição é de classe 0,6% e o de regulação (compensação de queda na linha) é de classe 1,2%.
    No segundo exemplo o TC de imagem térmica é de classe 3% enquanto os TCs de medição são de classe 0,3%.

    Portanto, para a medição de temperatura dos enrolamentos sempre deve ser utilizado o TC especificado pelo fabricante do equipamento para esta função, sendo que sua classe de exatidão geralmente é maior que dos TCs de medição. Vale lembrar que a relação de transformação depende da corrente nominal do enrolamento e que, no caso do TM, a faixa de corrente é de 0 a 10 A para o modelo de TC interno (sem uso de TC clip-on) e, no caso do modelo para TC externo, a faixa é de 0 a 10 A no primário do TC clip-on (a relação do TC clip-on é de 3100:1).